• ADEMI-DF empossa nova Diretoria e Conselhos

    ADEMI-DF empossa nova Diretoria e Conselhos

     

    Foram empossados na manhã desta quarta-feira (28/6) os novos integrantes da Diretoria Plena, do Conselho Fiscal e do Conselho Consultivo da ADEMI-DF para o biênio 2017/2019. Paulo Roberto Morais Muniz foi reeleito pelos associados para seguir por mais um mandato na Presidência da Entidade.

    A solenidade de posse ocorreu na sede da ADEMI-DF, e contou com grande número de associados, além de convidados especiais, como o presidente do SINDUSCON-DF, Luiz Carlos Botelho, o presidente da ASBRACO, Luiz Afonso Delgado Assad, e o presidente do SECONCI-DF, Deyr Corrêa.

     

     

     

    Paulo Muniz discursou na posse e agradeceu a dedicação e o trabalho desempenhado pelos integrantes da Diretoria e dos Conselhos anteriores. Destacou que a gestão passada atuou em várias frentes, entre as quais, a de consolidar a união entre as entidades do setor imobiliário e da construção, bem como estabelecer laços institucionais mais fortes com outros setores produtivos do Distrito Federal.

     

    O presidente do SINDUSCON-DF, Luiz Carlos Botelho, mencionou esta união das entidades de classe ao afirmar que “avançamos muito, apesar das dificuldades políticas, e nossa união foi muito importante para isso. Ainda há frentes que temos pelo caminho, como Código de Obras, LUOS, PPCUB e algumas outras e temos a nosso favor nossa energia e nossa seriedade. Buscamos solução para essas questões e não apenas defender interesses”.

    O presidente da ASBRACO, Afonso Assad, também citou a fala de Muniz sobre a importância da união dos segmentos de obras públicas e da construção imobiliária. “Nossas empresas dependem em parte do crescimento do setor imobiliário porque é assim que surgem demandas por mais obras públicas”. Ele lembrou que a ASBRACO mantém atuações conjuntas com a ADEMI-DF, entre as quais, as negociações junto a instituições financeiras em busca de linhas de financiamento.

    O presidente do SECONCI-DF, Deyr Corrêa, afirmou que “o sucesso da Diretoria da ADEMI-DF é o sucesso de todos nós” e também aportou seu apoio à contínua união institucional dos setores da construção.

     

    Balanço positivo da gestão

     

    Paulo Muniz fez um breve relato dos principais fatos que marcaram a gestão anterior frente à ADEMI-DF. “Foram anos difíceis para as empresas do setor imobiliário como um todo; infelizmente tivemos algumas baixas com o desligamento de associados, mas não esmorecemos e estamos avançando em várias questões importantes para nossos associados e, principalmente, para a população do Distrito Federal”, disse.

     

     

    Paulo Muniz citou alguns dos principais fatos que marcaram a Entidade nos últimos  dois anos:

    – mudança do estatuto da Associação para uma reeleição e criação de novas diretorias executivas;

    – conclusão das obras da nova sede e mudança em setembro de 2015;

    – conquista da Certificação AQUA Excelente;

    – reestruturação administrativa e financeira da ADEMI;

    – promoção do curso de incorporação imobiliária;

    -consolidação da pesquisa do índice de velocidade de vendas implantada há mais de 2 anos;

    – revisão do Plano Diretor Local e parâmetros urbanísticos  de Taguatinga e Águas Claras;

    – lei do Polo Gerador de Viagens em substituição do Relatório de Impacto de Trânsito,

    – decreto do Relatório de Impacto de Trânsito julgado a favor do setor da construção;

    – aprovação Lei da Permeabilidade aprovada em 26/06/17;

    – aguardando aprovação da Lei da Compensação Urbanística;

    – entrega do Novo Código de obras na Câmara Legislativa do Distrito Federal em 06/06/17.

     

     

    Luiz Carlos, Sinduscon-DF; Paulo Muniz, Ademi-DF; Afonso Assad, Asbraco-DF; Deyr Côrrea, Seconci-DF.

    Rigidez contra a Terracap

    Paulo Muniz fez especial menção às ações judiciais contra a Terracap em prol dos moradores, investidores e das empresas que atuam no Setor Noroeste. A Entidade firmou, em novembro de 2013, um “termo de compromisso” com o Sinduscon-DF e Terracap para à conclusão das obras de infraestrutura naquela região, inclusive no Parque Burle Marx, uma significativa lacuna da Terracap e do GDF que prejudica muito o mercado imobiliário e investidores. No final de 2016 foi ajuizada a ação de obrigação de fazer.

     

     

     

     

     

     

     “Foi a primeira vez na história desta Associação que apresentamos ação na Justiça contra o governo. E com isso buscamos defender, em primeiro lugar, os interesses dos compradores de imóveis no Noroeste, os cidadãos de bens desta cidade”, resumiu. “No último dia 26 fomos brindados com sentença favorável o que confirma que não devemos esmorecer frente às dificuldades”, comemora.

    “Conquistamos muitos avanços nestes últimos anos, que mais uma vez menciono, foram muito difíceis para nosso setor e para a economia como um todo. Mostramos que unidos temos condições de transpor obstáculos e temos muito mais a fazer”, disse Muniz.

     

    Desafios para o biênio 2017/2019

    1 – aperfeiçoamento Central de Aprovação de Projetos – em 2017 foram aprovados 38 empreendimentos. São 142 ainda em aprovação

    2 – melhoria do desempenho da AGEFIS na liberação das cartas de Habite-se – ainda existem 6.143 unidades pendentes;

    3 – acompanhar a aprovação da Lei da Compensação Urbanística na Câmara Legislativa do Distrito Federal;

    4 –  acompanhar a aprovação do Novo Código de obras na Câmara Legislativa do Distrito Federal;

    5 – Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília (PPCUB);

    6 – Lei de Uso e Ocupação do Solo do Distrito Federal (LUOS);

    7 – acompanhamento das reformas no Congresso Nacional – Lei Trabalhista, Lei da Previdenciária;

    8 – aproximação e participação ativa na Câmara Legislativa do Distrito Federal (presidente Joe Valle);

    9 – continuidade da parceria com o Sinduscon-DF;

    10 – participação ativa na promoção da união do Setor Produtivo do DF;

    11 – participação no CODESE-DF com o apoio de mais de 50 entidades de diversos seguimentos;

    12 – Presidência do CODESE-DF.

     

    Diretoria e Associados

     


     

     

     

     

     

     

     

     

     


    Assessoria de Comunicação

    Profissionais do Texto